Posts tagged couscous

Couscous marroquino

Recentemente vários amigos no twitter estavam conversando sobre couscous marroquino, ideias, sugestões e receitas. Como eu aprendi uma receita excelente num curso de culinária que consegui reproduzir com facilidade posteriormente, prometi publicar a receita aqui. A receita não é minha, aprendi no curso da Letícia dona do blog Cozinha da Matilde.

Salada de couscous marroquino:

Ingredientes

  • 1 xícara de couscous marroquino
  • 1 xícara de caldo quente para hidratar couscous
  • 1 colher de sobremesa de raspas de limão siciliano
  • 1 colher de sobremesa de suco de limão siciliano
  • 1/2 colher de sobremesa de pimenta dedo-de-moça fatiada sem semente
  • 1/2 colher de sobremesa de gengibre picadinho
  • 2 colheres de sobremesa de azeite
  • 4 camarões médios sem casca
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de fazer

Caldo – Leve ao fogo um pouco mais de uma xícara de água, 1 pedacinho de gengibre, uma casquinha de limão (a tampinha maior do limão siciliano), um pedaço de pimenta, cascas de dois camarões e sal, desligando quando levantar fervura.

Seque os camarões com papel toalha, tempere-os com sal e pimenta do reino.

Grelhe os camarões em uma frigideira antiaderente levemente untada com azeite (1 minuto e meio de cada lado).

Hidrate o couscous com o caldo (coado). Regue com uma colher de azeite.

Deixe descansar por 5 minutos. Com a ajuda de um garfo, solte o couscous.

Em um novo recipiente, misture todos os ingredientes menos o couscous.

Incorpore o couscous misturando delicadamente e ajuste o sal e a pimenta do reino.

Pra mim, o segredo todo está no caldo para hidratar o couscous. Quando estiver preparando o caldo você notará como ele fica cheiroso! Esse odor todo é traduzido para o sabor que o couscous vai absorver, mais os temperos. A Letícia misturou um punhado de salsinha no couscous finalizado. Eu, como não sou fã de salsinha, usei cebolinha e ficou muito gostoso também. É possível fazer a mesma receita sem os camarões (mas com as cascas no caldo, para o sabor) para acompanhar uma salada verde.

As porções relacionadas são bastante generosas para uma pessoa (duas comem se não for o prato principal e sim uma entradinha). Só fico devendo para o @wcassemiro que não queria a receita, mas um jantar onde pudesse provar o quitute (folgado? Imagine!). 🙂

Homem na cozinha… Cuidad-hmmmmm!

Reza a lenda que eu fiz uma feijoada na Bélgica que deu o que falar pela gringaiada. No caso, quem reza a lenda sou eu mesmo e a feijoada é real. Mas minhas investidas no campo da culinária foram poucas antes e depois dessas. Até agora.

Mergulhei de cabeça num curso de culinária (que infelizmente acabou essa semana que passou) da Cozinha da Matilde. Aprendi muita coisa, mas vou deixar pra falar sobre isso num outro post logo mais. Prometi um post relacionado a isso pra Nath do Bistrô Pregui, então aguardem.

E como NÃO era de se esperar, eu ainda estou emagrecendo. Quer melhor? Então pega essa foto sensacional feita com celular, mas que dá um gostinho do naipe do que sai da cozinha. Tirando a breja, o resto fui eu que fiz. :9

Salada de couscous marroquino com camarão e folhas com molho de vinagre de framboesa

Go to Top