Sábado último dei de presente pra uma amigona um almoço mexicano. Aqui em casa “fazer um mexicano” sempre foi uma desculpa pra tomar umas cervejas, fazer alguns pratos sem muita complicação e reunir um pessoal pra bater um papo. Depois de contar tanto sobre o curso de culinária que eu fiz e das comidinhas que estava dando conta de preparar, tive que responder à altura quando desafiado para preparar um almoço.

Procurei algumas receitas na internet, mas a maioria dos pratos eu já tinha uma noção de como fazer, como chili (sem carne), guacamole e sour cream. Mesmo assim, nas pesquisas encontrei algumas ideias interessantes que resolvi experimentar. Uma delas foi refogar o feijão do chili na gordura do bacon recém frito. Mas uma receita que me surpreendeu porque nunca havia feito e por ter ficado delicioso foi a salsa, aquele molhinho apimentado de tomate que come-se junto com todos os outros dips. Segue a receita:

Salsa picante:

Ingredientes:

2 ou 3 tomates

1/2 dente de alho

1 cebola pequena

1 punhado de salsinha (ou coentro)

1 pimenta dedo de moça (pequena e sem sementes)

suco de meio limão

azeite, pimenta do reino e sal a gosto

Preparo:

Bata tudo no processador ou liquidificador até ficar um pouco grosseiro. Pode-se separar um dos tomates para colocar picado em vez de triturar depois de tirar tudo do processador. Se preferir, coloque primeiro os temperos e triture-os até ficarem bem homogêneos, colocando o tomate só no final.

Eu usei salsinha na receita porque não gosto do sabor do coentro, mas coentro é muito usado na cozinha mexicana, aí vai da preferência de cada um. O resultado é um molho apimentado que complementa os outros dips (chili, guacamole, sour cream) e fica muito gostoso com tacos, nachos, etc.

Fico devendo as fotos porque esqueci a câmera na casa da Cé… 🙂